Post em homenagem a coragem do blogueiro Ricardo Gama (Via Q as Crianças Cantem Livre)

“O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.” (Martin Luther King). Acho que essa frase, muito popular, se encaixa exatamente ao conteúdo desse post extraído do blog “Que as Crianças Cantem Livre.

Já que a a mídia tradicional simplesmente quis esquecer esse assunto, pois após a notícia do baleamento, Ricardo Gama nunca mais foi pauta, decidi fazer o mínimo também.

Post em homenagem a coragem do blogueiro Ricardo Gama

Confesso que passo longe da garra e da coragem do Ricardo Gama, daí limitar-me a homenageá-lo com esse escrito de autoria desconhecida; mas, se todos medrosos – para não dizer covardes – como eu dispuser a homenagear esse guerreiro, decerto ela terá mil, milhares de defesas indiretas à favor dele. E quiça de nossas tímidas homenagens nasça a idéia da união do blogueiro Ricardo com seus amigos blogueiros corajosos no sentido de todos abordarem temas que atinjam os maus governantes. Afinal um só blogueiro pondo a “tapa a cara” o faz susceptível de ameaças e ataques, mas, diversos blogueiros adotando esse modus operandis, a coisa fica muito mais estreita, e por tabela, quero crer, que o povo cansado dos impostos impostos, sem falar dos descasos com a saúde, educação e moradia, abracem a causa para uma mudança RADICAL na condução do nosso BRASIL. Seria oportuno lembrar o discurso de Martin Luther King: “Eu Tenho Um Sonho”!
———————————————————————————————-

A LIÇÃO DO RATINHO

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!

A galinha disse:
– Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato foi até o porco e disse:
– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !
– Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse:
– O que ? Uma ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não !

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.
A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.

No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da História:
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos!

‘Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a conviver em comunidade’

Fonte desconhecida

Fonte do Post: Blog Que as Crianças Cantem Livre

Anúncios

Sobre Albert Takahashi
Brazilian-Japanese, gratuated in advertising, home-broker, traveler, experiencialist, blogger, tweeter guy, youtuber, digital influencer, living/studying French in Montréal currently, analysing the human behaviour and its interaction with the social media.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: