Estudo de caso: Madoff e o esquema da pirâmide ou ‘Ponzi’

 

Quem não se lembra do caso Bernard Madoff (ex CEO da NASDAQ)?? Uma da maiores fraudes da história em 2008. Logo depois surgiu Túlio Vinícius Vertullo, apelidado de ‘Madoff brasileiro’ – embolsou cerca de R$ 100 milhões de mais ou menos 1000 investidores. O caso mais recente aconteceu em Minas há 1 semana, neste, o empresário e criador da Firv, Thales Emanuelle Maioline, enganou 2000 pessoas e sumiu com R$ 50 milhões.

O que os casos têm em comum?

1. Esquema de pirâmide ou esquema ‘Ponzi’ (nome de um dos pioneiros da ‘arte’, Charles Ponzi). O que é o esquema?

Simples: é um ‘triângulo’ formado por pessoas. Cada pessoa deposita uma quantia. Quanto mais antigo é o investidor, mais perto do topo está e maiores serão suas rentabilidades, pois a tendência é sempre a expansão. Funciona assim: digamos que eu seja o ‘líder’ e chame 2 pessoas para investir R$ 10, cada uma dessas duas deve chamar mais duas e assim sucessivamente. A entrada de novas pessoas na base, ‘alimenta’ o retorno financeiro de quem está acima.

Embora muitos digam que não é sustentável, eu acredito que poderia ser se não existisse corrupção e outros interesses envolvidos. O que especialistas defendem: para ser sustentável a população (6 bilhões) deveria ser infinita, pois o dinheiro dos novos ‘sócios’ ‘alimentarão’ os antigos. Uma hora o número de investidores acaba.

Por que eu discordo? Madoff trabalhou no esquema por 30 anos sem ser pego. Imagine que o mundo não tivesse sido abalado pelas duas últimas crises pelos próximos 100 anos (suposição). As pessoas continuariam investindo o dinheiro, as entidades reguladoras continuariam tapando os olhos e a população se renovaria. O que quero dizer é que o número populacional pode ser mensurado atualmente como número fixo, mas é sempre renovado. Pessoas que estavam no topo da pirâmide morrerão um dia, o dinheiro ficará com os herdeiros que terão que investir novamente em algum lugar, se estes entrarem para o esquema, ficarão abaixo e ‘darão’ dinheiro a quem já estava. Logo, é possível ser sustentável.

Por que as pessoas perdem dinheiro? Mentalidade. As pessoas são ambiciosas demais e muitas vezes não tem um plano de contingência ou plano B. Muitas investiram tudo o que tinham e venderam tudo para investir com Madoff, incluindo grandes instituições financeiras. Isso é loucura! Se as pessoas tivessem investido metade ou 30% do dinheiro que tinham teriam tido um lucro muitíssimo considerável e continuariam ganhando dinheiro sempre. Como? Se tivessem investido 30%, sobraria 70% para usar como plano emergencial, seria suficiente, acredito, para agüentar a crise e não retirar dinheiro em massa, destruindo o sistema.
Obs: Não sei até onde vai a corrupção. Há muitas instituições e cartéis envolvidos no jogo. Foi conveniente que os reguladores não enxergassem o que estava acontecendo, foram obrigados a denunciar quando a mídia foi chegando e levantando questões, mesmo assim… foram 30 anos. O esquema é considerado errado porque não é conveniente para as instituições que mandam no mundo, mas, particularmente, eu não acho que o esquema seja errado.

2. Maquinadores sempre vão cair porque o mercado em baixa forçará os investidores a retirar parte do dinheiro, derrubando e ‘desmascarando’ a fraude. Pode demorar mais ou menos, no caso de Bernard Madoff, demorou cerca de 30 anos e bilhões de dólares em prejuízos (levando em conta somente os 9 maiores investidores, incluindo bancos e empresas, as perdas alcançaram cerca de US$ 22 bilhões).

3. A hipocrisia das pessoas que entram nessa e, após perderem dinheiro, se dizem ‘as vítimas’.

Como eu disse no tópico 1, para ser sustentável, depende da consciência e inteligência das pessoas. No entanto, aqui vou explicar a hipocrisia.

Madoff tinha influência política e ‘driblou’ as regras usando isso e sua reputação. Para entrar no esquema a pessoa não devia nunca perguntar como funcionava e nunca divulgar o nome dele na nota. Deveria se limitar a investir e contar os lucros, ou seja, no fundo, cada uma delas sabia que havia ‘sujeira’ no meio. Todo mundo que investiu fechou os olhos visando somente o lucro fácil, afinal, por que denunciar se estou ganhando a minha parte? É o tipo de pensamento estúpido e ignorante que atinge o globo. Quando a bomba estourou o que aconteceu? Isso mesmo, apenas um culpado e milhões de ‘vítimas indefesas e inocentes’. Alguém acredita em Papai Noel????

Abaixo um documentário falando sobre o caso Madoff e pessoas que foram ‘enganadas’ (ou que fizeram questão de se enganar) – a única vítima, talvez, tenha Sido Madoff.

Anúncios

Sobre Albert Takahashi
Brazilian-Japanese, gratuated in advertising, home-broker, traveler, experiencialist, blogger, tweeter guy, youtuber, digital influencer, living/studying French in Montréal currently, analysing the human behaviour and its interaction with the social media.

3 Responses to Estudo de caso: Madoff e o esquema da pirâmide ou ‘Ponzi’

  1. Luiz Henrique Moreira says:

    BRASIL UM PAÏS DE TOLOS… ENQUANTO O MADOFF MINEIRO(QUE EU CONHECI E NUNCA ME ENGANOU) ENGANOU MAIS DE 2000 PESSOAS, O LULA E SUA CORJA , ENGANA A MILHÕES… MAS UMA HORA A CASA CAI…

  2. Anônimo says:

    Meu vc não sabe o escreve….sua teoria sobre o crescimento populacional infinito é horroroso

  3. anônimo says:

    você é a única pessoa no mundo que acredita que um esquema de ponzi é sustentável…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: