Análise: ‘Cala Boca Tadeu Schmidt’ X Twitter X Poder da Imprensa

Não só a Globo, como também, todas as outras emissoras de TV aberta, são parciais.

Que o Galvão Bueno e o Kléber Machado fazem umas perguntas capciosas e ridículas nos dias de futebol!? Sem dúvida alguma.

Os dois primeiros parágrafos servirão de link para fazer uma análise de como as mídias sociais são importantes para nós, cidadãos comuns. Os fenômenos e interações sociais democráticas que o Twitter proporciona são muito úteis – quando digo democrático, não digo em relação ao limite de 140 caracteres, mas a escolha de utilizar o serviço ou não e, também, porque não há filtros na passagem de informação para população.

Quando lemos um jornal ou revista, é possível que os veículos coloquem as matérias tendendo sempre para um lado + conveniente. Mas não seria papel do jornalismo dar a informação somente para que o indivíduo pudesse interpretar livremente? Ter um senso crítico? E opção de escolher o lado de acordo com a avaliação e reflexão?

Por que no Linha Direta (antigo programa global), o ‘cara mal’ sempre aparecia com um ar repulsivo e com cara de que comia criancinhas no café-da-manhã, enquanto a vítima sempre aparecia como alguém boa-pinta e que dava ‘bom dia’ para todas as pessoas da rua?

Hoje, assistindo ao Fantástico, a Globo e Tadeu Schmidt tentaram jogar a massa contra Dunga (não que eu goste ou aprove todas as atitudes dele). Foi como o Thiago Leifert tentando boicotar o ‘Cala Boca Galvão’ quando a tag entrou nos Trending Topics.

O Twitter parece ter libertado o intelecto. Através dele as pessoas mostraram realmente o que pensam (sem o filtro da imprensa para nortear os caminhos da interpretação) e, mesmo com o impacto diário da Globo, as pessoas tiveram senso crítico e julgaram que, talvez, Dunga, não estivesse errado. O Fantástico não falou como o Dunga foi bombardeado pela imprensa quando foi chamado para ser técnico, não é? (apesar dessa pergunta ser capciosa, aprecio a liberdade de pensamento e da argumentação).

Minha opinião sobre essa específica situação? Em minha opinião, por tudo o que o Dunga fez nos 4 anos e o que tem sofrido na mídia, ou seja, pelo conjunto da obra, até agora, Dunga fez o certo e está certo.

Só tenho uma questão… ultimamente, Dunga está brigado com a imprensa por vetar o acesso aos treinos e jogadores. Será que esse episódio do Tadeu Schmidt chegará às mídias tradicionais? Meu ponto de vista é que há duas saídas para a mídia em relação a essa questão:

1. Se a imprensa der a informação na íntegra se preocupando em informar, é possível que ganhe uma comoção inconsciente da população. Essa mudança de visão em relação ao jornalismo poderia ser o insight para que os veículos repensassem o modo de como falam com as pessoas. Em longo prazo, a sociedade com uma visão mais ‘livre’ poderia evoluir em todos os sentidos, seja econômico, social, político, etc.

2. A imprensa vai ‘abafar’ o caso. Não aparecerá nada falando sobre o ‘Cala Boca Tadeu Schmidt’ pois seria como assumir um erro e dar crédito a Dunga. Ou seja, impossível.

Se fosse apostar, apostaria na opção 2.

Anúncios

Sobre Albert Takahashi
Brazilian-Japanese, gratuated in advertising, home-broker, traveler, experiencialist, blogger, tweeter guy, youtuber, digital influencer, living/studying French in Montréal currently, analysing the human behaviour and its interaction with the social media.

8 Responses to Análise: ‘Cala Boca Tadeu Schmidt’ X Twitter X Poder da Imprensa

  1. Cássio Matos says:

    Gostei bastante do texto, parabens cara!

    já coloquei nos favoritos, meu irmao vai adorar ver isso.

  2. Que bom Cássio! Obrigado! Em ‘textos variados’ vc pode ler um pouco mais sobre meus textos. Leia o ‘O que realmente importa’, é atual e acho que você pode gostar.

    abs

  3. Pingback: World Wide News Flash

  4. Beatriz says:

    Oi…adorei esse cala boca para esses caras que só sabem falar besteira, era bom que eles fossem
    vetados ou mesmo que levasse uma bronca e saisse na imprensa..hahaha bobões.

  5. Armando says:

    Concordo. Nao ha duvida que o futuro da informacao esta na internet. Plataformas como Twitter e Facebook estao revolucionando o nosso entendimento de privacidade, ao mesmo tempo que definem um novo modo de se expressar e talvez fazer valer alguns principios democraticos. Basta ver o novo projeto de Lei da Islandia entitulado IMMI (Icelandic Modern Media Initiative) que promete revolucionar o modo pelo qual jornalismo e realizado, nao so la mas no mundo inteiro.
    Essa possivel interacao na internet abre uma caixa de pandora, a qual nos ainda nao sabemos de fato as consequencias. Entre elas:
    – E possivel afirmar que dado esse crescente nivel de interacao aliado a uma nova forma de conceber a esfera privada, daqui a uns 100 anos, as pessoas se preocuparam muito mais sobre o que fazem com suas proprias vidas sabendo que cada passo na sua carreira profissao ou nas relacoes sociais sera monitorado por inumeros meios de comunicacao. O que de fato poderia fazer com que o individuo torne-se mais prudente e consciente, criando um senso maior de coletividade, envolvido nessa massa movida a bits. O que acarretaria uma mudanca total de como concebemos comunicacao de massa.
    – Sem duvida nenhuma essa liberdade accessivel a todos trara a tona inumeras discussoes que nao seriam bem aceitas na midia convencional.
    – ao mesmo tempo isso nos leva a uma maior passividade diante do hoje, resolvendo quase tudo com um teclado e um click. Nao que isso seja ruim. De forma alguma. Aparentemente e um tipo de “evolucao natural”. Porem em um certo ponto, os mesmos meios de comunicacao que inibiram a nossa liberdade por tanto tempo, poderiam usar dessa passividade para reinventar um novo modo de dominacao. “Voce decide” 🙂

  6. ernani rodrigues says:

    Tadeu , realmente você é mediocre em seus comentários, acreditava muito em você e descobri que não sabes que um time de futebol é feito de vários jogadores e não apenas de Felipe mello e Jùlio César, hoje você não passa de mais um jornalista ou narrador como Galvão que não sabe o que fala, nem sobre futebol e corrida, se tivesse práticado algum esporte coletivo , entenderia o que falo.
    Abraços e espero que estude e melhore seus comentários, pois quem nunca comenteu um pecado ou erro que jogue a primeira pedra. Abraços do seu ex-fã .
    Luiz ernani Rodrigues-

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: