Gates e Buffet: uma verdadeira lição de liderança

Por que Gates e Buffet devem ser respeitados? Por suas vivências e por terem entendido que o dinheiro pode ser usado para fazer a diferença na vida de milhões de pessoas…

Em um mundo onde tudo que há de errado fica banal rapidamente, às vezes me surpreendo por me comover ao ler matérias como a postada abaixo (saiu na Folha de SP Online). Um líder não ganha tal posto pela quantidade de vezes em que é exposto a mídia ou porque diz que é bom, mas sim por sua atitude e fazer acontecer.

Abrir mão de dinheiro no sistema capitalista é totalmente paradoxal, imagine abrir mão de 50% ou até mesmo 99% de todas as suas riquezas? Loucura?

Uma vez ouvi dizer que “loucura é tentar viver são em um mundo de loucos”, tal frase não deve ser interpretada como motivo para libertinagem, mas sim como novos caminhos e novas atitudes a seguir. Estamos indo para o caminho certo? Qual o meu verdadeiro objetivo de vida? Como atingir tal objetivo usando as regras da sociedade como guia e não como algo a ser seguido cegamente? Enfim… leiam a matéria abaixo e tirem suas próprias conclusões (obviamente que as situações da vida de cada um são diferentes, não estou pressionando ninguém a fazer o mesmo se não tiver condições, simplesmente, porque seria até presunçoso tentar ajudar os outros se não consegue ajudar a si mesmo, logo, meu objetivo é levar a uma reflexão quanto a qual caminho tomar.

Dois homens mais ricos dos EUA propõem a magnatas doar 50% de suas fortunas

Colaboração da Folha de São Paulo

Os dois homens mais ricos dos Estados Unidos, Bill Gates e Warren Buffett, anunciaram nesta quarta-feira que querem convencer os outros magnatas do mundo a doar parte de suas fortunas para obras de caridade, no que seria o maior movimento para levantar fundos de toda a história.

Em uma matéria publicada na revista “Fortune”, Gates e Buffett revelam que a ideia nasceu em um jantar organizado em Nova York, em maio de 2009, e que prosperou em outras reuniões similares entre milionários entusiasmados.

Se a ideia for concretizada, pode mudar o rosto da filantropia no mundo.

Gates e sua mulher, Melinda, propõem “um piso” inicial de 50% da fortuna a ser doado em vida ou após a morte.

Buffett, investidor e industrial de 79 anos, cuja fortuna é calculada em US$ 47 bilhões, fez, de sua parte, a seguinte promessa: “Mais de 99% de minha riqueza irá para a filantropia durante minha vida ou quando eu morrer”.

Depois de discutir com sua família, Buffet decidiu que quer ficar apenas com o que precisar e distribuir o resto para a sociedade.

A “Fortune” revela que outros casais bilionários já se comprometeram a doar 50% de sua fortuna, incluindo Eli e Edy Broad, John e Ann Doerr, H.F. e Marguerite Lenfest, e John e Tashia Morgridge.

Aparentemente, a ideia inicial foi de Buffet, mas foram os Gates que deram o impulso necessário para organizar o jantar há pouco mais de um ano, seguido por outros eventos similares onde os magnatas falaram sobre o tema.

Em maio de 2009, Gates e Buffett organizaram um jantar secreto com bilionários em Nova York, incluindo David Rockefeller, o prefeito Michael Bloomberg e a apresentadora multimilionária Oprah Winfrey.

Anúncios

Sobre Albert Takahashi
Brazilian-Japanese, gratuated in advertising, home-broker, traveler, experiencialist, blogger, tweeter guy, youtuber, digital influencer, living/studying French in Montréal currently, analysing the human behaviour and its interaction with the social media.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: