“Pequenas Europas” – parte 3: Polônia

Cracóvia

Bom… dando continuidade ao capítulo “Pequenas Europas” em meu blog, posto abaixo, fotos da Polônia e de Auschiwitz-Birkenau.

Não visitei muitos lugares no mundo por enquanto, no entanto, aconselho muito a visitar a Polônia se tiverem a oportunidade. Especificamente, a ex-capital, Cracóvia, atualmente Varsóvia é a capital. A comida típica, assim, como em outros países ex-comunistas é batata, pão, repolho, carne de porco (pode variar de um lugar para outro). É uma cidade muito bonita e simples, mas inesquecível com certeza.

As pessoas são muito amigas e não negam ajuda se solicitadas (comprovei na prática). Além de tudo, há localizado no país Auschiwitz-Birkenau. Uma parte triste da história da humanidade, mas que deve servir de exemplo para que aprendamos e não cometamos erros como o ocorrido.

Com certeza você já ouviu falar, talvez o nome não lhe seja familiar, mas se você viu qualquer filme da 2º Guerra Mundial, com certeza assistiu algo sobre Auschiwitz-Birkenau, que foram os maiores campos de concentração nazista da história – Holocausto. Mais de 6 milhões de judeus foram mortos e mais de 1 milhão de pessoas de várias outras nacionalidades que eram capturadas. Inclusive alemães eram presos por cometer crimes.

O lugar era estratégico, pois várias linhas de trem de vários países desembocavam nele. As condições eram precárias, e a expectativa de vida no campo de concentração era de 1 ano.

Ao fazer o tour para visitar ao local é possível sentir o peso do lugar. A extensão do lugar foge à vista. As pessoas ficavam em lugares que lembravam estábulos de cavalos. Ao chegar, as malas eram separadas dos prisioneiros que ganhavam uma identificação que ficava na altura do peito das roupas. Eram diversos triângulos que representavam as nacionalidades, o crime e até se o preso era homossexual.

Havia hospitais nos quais médicos testavam novas armas biológicas nos prisioneiros. Do cabelo das mulheres eram feitos sapatos e cobertores. No museu há quartos inteiros com tufos de cabelo humano, malas com nomes dos donos, sapatos, panelas e outros artefatos.

A parte mais tensa, com certeza foi ao entrar nas câmaras de gás. Os caminhos eram sufocantes e o clima ainda mais pesado, principalmente, por saber as atrocidades que as pessoas foram capazes de cometer. Enfim, um tour que vale muito à pena para refletir e dar prioridade ao que realmente importa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Auschiwitz

Anúncios

Sobre Albert Takahashi
Brazilian-Japanese, gratuated in advertising, home-broker, traveler, experiencialist, blogger, tweeter guy, youtuber, digital influencer, living/studying French in Montréal currently, analysing the human behaviour and its interaction with the social media.

3 Responses to “Pequenas Europas” – parte 3: Polônia

  1. dailycecilia says:

    Conselho de uma bruxa: se entrou lá, purifique-se. Energia é algo complexo. Não é muito bom, dizem os mestres herméticos, entrar em contato com a desgraça alheia, sem que possa ajudá-los. Infelizmente, o fato é passado e talvez se vivêssemos naquela época nada faríamos, assim como nada fizemos quando os Tutsis foram dizimados em Ruanda em 94,sem dizer do genocídio provocado na ex Iugoslávia por Milosevic..
    Toda essa covardia acontece toda hora e a maioria permanece inerte, devemos repensar nossos valores.

  2. É verdade… basta ver as guerras civis dentro das favelas brasileiras. Você conhece algum jeito prático para me purificar? Que possa ser feito em casa?

  3. dailycecilia says:

    Tem sim querido:

    – Uma das técnicas, é se isolar, depois, em completo silêncio, tentar ficar sem pensar o quanto mais puder(prática dos yogues)
    – Banho de sal grosso durante as luas cheias e purificação tb do ambiente com o sal grosso.
    – Insenso de Mirra ou de Alfazema por uma semana.
    – Se tiver algum cristal deixe-o no banheiro, proximo ao chuveiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: